terça-feira, 17 de junho de 2008

AS ÁRVORES E A CIDADE: os Jacarandás da Avenida 5 de Outubro




Alguns dos arruamentos de Lisboa estão arborizados com alamedas de Jacarandás. As Avenidas Novas, planeadas em 1888 pelo Engenheiro Ressano Garcia (1847-1911), são um bom exemplo.

Nesta altura do ano, quando o Jacaranda mimosifolia está em floração, estas avenidas e ruas transformam-se em abóbadas tingidas daquele azul distinto que os lisboetas bem conhecem. Pena é que a maior parte destas alamedas estejam actualmente ocupadas por estacionamento não permitindo assim uma plena fruição das árvores tal como foi pensado nos finais do século XIX.

Mas aproveitemos os últimos dias do espectáculo da floração dos Jacarandás. E sonhemos por mais ruas de Lisboa cobertas de copas azuis... os Amigos do Jardim Botânico estão já a pensar na vizinha Rua Nova de São Mamede, arborizada com Jacaranda mimosifolia.

As fotografias foram tiradas na placa central da Avenida 5 de Outubro, um dos maiores arruamentos de jacarandás de Lisboa, com cerca de 1800 metros de comprimento.

1 comentário:

mesquita disse...

Venho por este meio solicitar informação sobre a poda de Platanus e sobre o respectivo impacto biologico na propria arvore , pois recentemente onde moro deparei me com algumas podas de platanos que mutilizaram de tal forma a arvore com cortes de mais de 30 com de diametro sem colocar cicatrizante ,ao que eu indignado perguntei ao responsavel pela gestão do Aldeamento onde moro, quem podou ou mandou podar a arvore de tal forma ao que me respondeu "eu sou o presidente faço o que quero".Se arvore morrer onde se enquadra esta situação a nivel da legislaçao.