quinta-feira, 19 de junho de 2008

AS ÁRVORES E A CIDADE: a Magnolia grandiflora da Praça de Londres



A Magnólia é uma árvore frondosa nativa da Virgínia, no sudeste dos Estados Unidos. Foi introduzida na Europa no século XVIII pelo seu valor estético.

De folhas perenes, coriáceas e brilhantes, tem uma copa densa, formando uma cúpula que pode alcançar os 18 metros de altura. Produz grandes flores brancas, muito aromáticas, com cerca de 25 cm de diâmetro. Estas famosas "flores gigantes", raras em árvores de grande porte, começam a surgir no final da Primavera. A dádiva de flores apenas termina com o aproximar do fim do Verão.

Em Lisboa existem Magnólias em vários jardins públicos e privados, incluíndo o Jardim Botânico. Mas hoje destacamos o formoso exemplar no jardim da placa central da Praça de Londres, plantado nos primeiros anos da década de 50 do século XX. Contornada diariamente por milhares de viaturas automóveis apressadas e distraídas, esta Magnólia passa talvez despercebida. Mas a generosa árvore com mais de 50 anos oferece, e apesar da distracção dos homens, as suas magníficas "flores gigantes" a quem as desejar ver e cheirar. A Magnolia grandiflora da Praça de Londres já está em floração!

Nome: Magnolia grandiflora L.
Família: Magnolia
Derivação do nome: Pierre Magnol (1638-1715) botânico francês.

1 comentário:

mesquita disse...

Venho por este meio solicitar informação sobre a poda de Platanus e sobre o respectivo impacto biologico na propria arvore , pois recentemente onde moro deparei me com algumas podas de platanos que mutilizaram de tal forma a arvore com cortes de mais de 30 com de diametro sem colocar cicatrizante ,ao que eu indignado perguntei ao responsavel pela gestão do Aldeamento onde moro, quem podou ou mandou podar a arvore de tal forma ao que me respondeu "eu sou o presidente faço o que quero".Se arvore morrer onde se enquadra esta situação a nivel da legislaçao.