terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

AS ÁRVORES E A CIDADE: desaparecimento da Erythrina do Palácio Braamcamp

Exmo. Vereador José Sá Fernandes

Assunto: Desaparecimento da Erythrina do Palácio Braamcamp

A Liga dos Amigos do Jardim Botânico (LAJB), na sequência de ter verificado o desaparecimento da Erythrina dos jardins do Palácio Braamcamp (Propriedade Municipal), vem por este meio solicitar um esclarecimento sobre as razões que levaram à sua destruição. A notável copa desta árvore, que se desenvolvia pelo alto muro do jardim na Travessa do Conde de Soure, era um dos exemplares arbóreos mais característicos do ambiente urbano do Bairro Alto. Enviamos em anexo uma imagem, datada de Outubro de 2007, do arquivo fotográfico da LAJB. Lamentamos muito que esta árvore tenha desaparecido do Bairro Alto.

Com os nossos melhores cumprimentos,

LIGA DOS AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO

Nota: carta enviada hoje ao Vereador dos Espaços Verdes da CML, com conhecimento da Junta de Freguesia de Santa Catarina.

4 comentários:

alex disse...

não posso acreditar que essa àrvore já não exista! ainda hoje procurava informação sobre ela. :( há alguma foto dela coberta de flores vermelhas?

alex disse...

já agora gostaria imenso de saber se obtiveram resposta a essa carta.

Amigos do Jardim Botânico disse...

Até à presente data (6 de Fevereiro) não obtivemos nenhuma resposta. Nem do Pelouro dos Espaços Verdes da CML, nem da Junta de Freguesia de Santa Catarina. Aproveitamos para informar que na edição desta semana da revista TimeOut Lisboa vem uma reportagem sobre o desaparecimneto desta Erythrina. O título do artigo: «Esta árvore ainda vai dar muito que falar»

alex disse...

obrigada, vou ver se encontro a revista.