sábado, 15 de Novembro de 2008

EXPOSIÇÃO «OLHARES»

Integrado nas comemorações dos 130 anos do Jardim Botânico, do Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa, foi inaugurado no dia 11 de Novembro, a exposição “Olhares” - esculturas de ar livre realizadas pelos alunos recém licenciados em escultura da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. As obras encontram-se integradas por todo o espaço do Jardim e podem ser vistas até 11 de Março. Ao mesmo tempo abriu ao público, no antigo Palmário, a exposição “Olhares Intimistas” - exercícios de autoretrato - também pelos mesmos alunos (até 10 de Janeiro).

Horário de ambas as exposições: de 2ª a Domingo, entre as 10h00 e as 18h00.

“Escultura é o corpo efectivo, tridimensional, que fica depois de concluídos os processos conceptuais que permitem o desenvolvimento técnico de uma ideia. Escultura é um processo mental que, juntamente com um determinado conhecimento técnico, permite a realização de um objecto tridimensional, concreto. Escultura são sistemas de relações e de causa/efeito que resultam em objectos fruíveis esteticamente.

De uma maneira, ou de outra, é também isto que se aprende no Curso de Escultura da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e é o resultado deste processo físico-mental que podemos observar nas esculturas expostas.

Ferro, madeira, performance, pedra, plástico, pano, vidro, etc, são matérias, meios de uso comum que permitem a visibilidade objectual necessária, mas as formas que vemos são sempre o resultado da expressão idiossincrática de cada um.”

FOTO: a obra «AMA-ME» de Laca = la salete. No Arboreto, ao fundo da escadaria monumental. O Jardim Botânico bem precisa de ser amado!

Sem comentários: