domingo, 12 de fevereiro de 2012

A Praga das Palmeiras no Jardim do Torel

Mais uma vítima do "escaravelho das palmeiras", desta vez uma Palmeira das Canárias no Jardim do Torel. A CML já fez o abate deste exemplar. Lisboa está a peder as suas emblemáticas palmeiras!

5 comentários:

Crujicrocolicious disse...

É uma tristeza mas é assim por todo país. As câmaras não dão a devida importância nem o devido tratamento, nem sequer no abate e nas condições de matar os escaravelhos após a palmeira ser abatida. Veremos onde isto vai parar.

miguel disse...

É mais uma desgraça sobre um país que não sabe tratar do seu património!

Rui P. disse...

Mas as palmeiras nem sequer sao endemicas de Portugal, n vejo qual é o mal se se perderem algumas. Por exemplo, alguem se esta a preocupar com as Acacias que estao a substituir as florestas nacionais um pouco por todo o lado. Alguem ja reparou que mais de metade do Parque nacional da Peneda-Geres esta a ser invadido pela "praga" das Acacias? Isso sim é um verdadeiro desastre, mais do que Lisboa perder as Palmeiras. Por favor, os senhores de Lisboa que olhem um pouco para o que se passa fora do seu umbigo.

Anónimo disse...

Eu tinha 2 palmeiras, uma morreu há uns meses com a praga do escaravelho. Cortou-se e queimou-se. A outra, plantada a uns 10/12 metros está aparentemente saudável. Como saberei se também vai morrer? Esta tem imensas bolotinhas amarelas, a que morreu não tinha nenhuma. Será uma macho e outra fêmea?
Obrigada!~Isabel

Anónimo disse...

O Escaravelho da Palmeira (Rhyncophorus Ferrugineus) ataca preferencialmente as palmeiras macho, porque são atraídas pelo pólen. Se pretendes preservar a palmeira que possuis, deverás efectuar aplicações de insecticida, na parte superior da palmeira. Esta aplicação não deverá ser pulverizada, mas sim, molhar abundantemente a parte central das palmas jovens. Poderás encontrar muita informação na net sobre este tema, principalmente em sites espanhóis (procura por picudo rojo).